MK-AUTH

VPN com Mikrotik

Uma Rede Particular Virtual (Virtual Private Network - VPN)é uma rede de comunicações privada normalmente utilizada por umaempresa ou um conjunto de empresas e/ou instituições, construída emcima de uma rede de comunicações pública (como por exemplo, a Internet). O tráfego de dados é levado pela rede pública utilizando protocolos padrão, não necessariamente seguros.

Criação de VPN entre matriz e filial de uma empresa usando servidores Mikrotik nas duas pontas.

Levando em consideração a seguinte estrutura:

Matriz:

  • Rede Local: 192.168.0.X/24
  • Ip local do Servidor: 192.168.0.1
  • Ip Internet do Servidor: 201.200.200.200


Filial:

  • Rede Local: 192.168.10.X/24
  • Ip local do Servidor: 192.168.10.1
  • Ip Internet do Servidor: 189.50.1.200


VPN:

  • Faixa IPs: 10.0.0.X/24

Configurações

Partindo do ponto de que os dois servidores já estão devidamente configurados e navegando na Internet repassando a navegação para redeInterna e seus clientes via NAT, iremos configurar o Server VPN namatriz.

Antes de mais nada, devemos habilitar duas opções no menu Ip> firewall > Service Ports, clique com o botão direito eselecione enable em "GRE" e "PPTP".

Abra o servidor Mikrotik pelo winbox, acesse o menu ppp. Naprimeira guia Interfaces clique na opção PPTP Server marque a opção enable.

Na segunda guia, "secrets", crie um usuário para conectar ao Server pela VPN:

Usuário: teste
Senha: teste
Local address: 10.0.0.1
Remote address: 10.0.0.2

Dessa forma seu servidor estará preparado para ouvir e autenticar requisições PPTP. Ainda falta configurar as rotas nesse servidor para que as máquinas internas possam ver a outra rede e vice-versa. Vá em Ip > routes e crie as duas rotas abaixo:

Primeira Rota: 10.0.0.0/24 > gateway 192.168.0.1
Segunda Rota: 192.168.10.0/24> Gateway 10.0.0.2

A rota 10.0.0.0/24 apontando para o gateway 192.168.0.1 indicaque a rede usada pela vpn será roteada pelo ip 192.168.0.1 que é da placa interna do servidor e a rota 192.168.10.0/24 indica que a rede interna do servidor da filial será roteada pelo ip remoto que o servidor da filial receberá quando conectar.

Configuramos o servidor da matriz, agora vamos para o servidor da Filial:

Vá em PPP, na aba Interfaces crie o usuário para se conectar conforme abaixo:

Server: 201.200.200.200
user: teste
password: teste

Clique em ok e logo o usuário já se conectará ao outro servidor, dessa forma você já poderá testar do próprio servidor Mikrotik se está pingando para o IP de alguma maquina na rede internada matriz.

Para que suas máquinas na Filial com a faixa 192.168.10.X possam acessar as máquinas da matriz você terá que criar a mesma estrutura de rotas que foi criada para na matriz só que direcionando para sua rede interna, abaixo:

Primeira Rota: 10.0.0.0/24 > gateway 192.168.10.1
Segunda Rota: 192.168.0.0/24> Gateway 10.0.0.1

Bom pessoal, com isso estaremos com a VPN funcionando nos dois pontos caso queiram adicionar mais pontos é só seguir o mesmo raciocínio. Outra coisa, você pode também criar um usuário para acessarde qualquer máquina Windows diretamente em rede assistente para novas conexões e marcar a opção conectar-me a uma VPN.

Exibições: 1240

Tags: mikrotik, vpn

Os comentários estão fechados para esta mensagem de blog

Parceiros

 

© 2014   Criado por Pedro Filho.

Badges - Divulgar  |  Relatar erro no site  |  Termos de serviço